16 de junho de 2014

Pontas Duplas

Oi meninas hoje vou falar de um assunto que é o fim da picada para a maioria de nós PONTAS DUPLAS!
Pontas duplas - Girl Stuff

Como surgem?

As pontas duplas são sintomas do desgaste capilar. Elas são sinais de fraturas causadas devido à degradação da cutícula, a camada mais externa dos fios, gerando a exposição do córtex e da medula, as camadas internas dos cabelos. Sua evolução clássica é para pontas cada vez mais abertas ao longo do fio. Se esse processo não for interrompido, levará às pontas triplas ou múltiplas, o pior cenário que se pode imaginar. – Fonte: Delas – IG

Oque causa?


Má alimentação
A falta de algumas vitaminas, proteínas e demais como: Ferro, cobre e zinco enfraquecem os fios, portanto, alimente-se bem e garanta que o seu prato seja sempre bastante colorido.
Água e ar quente
Quando for lavar os cabelos, procure usar água morna ou fria. Água quente resseca os fios, agride o couro cabeludo e favorece o surgimento das pontas duplas. O ar quente do secador também causa o mesmo problema.
Sol, chapinha e modelador
Altas temperaturas ressecam o cabelo, por isso, proteja sempre o seu cabelo dos raios UV e do sol, especialmente no verão. Além disso, garanta que a sua chapinha ou modelador não ultrapassem a temperatura de 100ºC, caso contrário, você poderá dar olá para as pontas duplas.
Pente e escovação
Se você puder não pentear os cabelos, ótimo! Eu, por exemplo, penteio só depois que lavo e até a próxima lavagem, só passo os dedos entre os fios. É que pente, escova, etc, machucam as pontas dos cabelos e, com o tempo, as cutículas se abrem e aparecem as danadas das pontas duplas.
Tintura, química e produtos de modelagem
Quem tem costume de pintar os cabelos corre o risco de perder, com o tempo, camadas dos fios. Produtos químicos que necessitam da abertura das cutículas capilares para reestruturação dos fios, os deixam expostos à fraturas. Produtos de modelagem removem a proteção natural dos fios e os ressecam. Tudo isso favorece o aparecimento de pontas duplas.

Como acabar com elas?


1- Hidrate o cabelo toda semana. As máscaras mais indicadas são as que contém queratina e  vitaminas A e E na fórmula, que ajudam a recuperar a fibra capilar. Procure pelas expressões “reconstrutora” e “tratamento intensivo” nas embalagens.
2- Durma com óleo nutritivo nos fios. Espalhe umas três ou quatro gotinhas de algum óleo, como o de Arga, nas pontas. As fibras se regeneram melhor durante à noite, quando o corpo está em repouso, e liberam hormônios que ajudam no processo de hidratação.
3- Escolha o reparador de pontas ideal para o seu cabelo. Ele é uma solução temporária, não trata o problema. Mas, como o produto disfarça o frizz, não dá para abrir mão dele. Reparadores à base de silicone são indicados para cabelos finos e menos pesados. Já os com óleo na formulação se dão bem com fios mais grossos. Mas, só vale passar nas pontas, ok? 
4- Não dispense um bom protetor térmico. Não consegue ficar sem secador, chapinha ou babyliss? Então, a saída é aplicar um protetor térmico antes de sair aumentando a temperatura. Esses produtos protegem os fios e evitam que eles fiquem ainda mais danificados.
5- Hidrate os fios no salão a cada dois meses. Peça por uma cauterização capilar, uma espécie de hidratação finalizada com uma fonte de calor. Mas não estraga o cabelo? Não, pelo contrário, ela consegue prender melhor a queratina no fio e faz com que o cabelo continue sem pontas duplas por mais tempo.
6- Corte o cabelo com regularidade. Essa é a solução mais definitiva de todas. Se você mantiver o corte em dia, não vai precisar passar por nada muito drástico. Agora, quanto mais esperar, mais terá que diminuir o comprimento. O ideal é que você corte a cada dois meses! 
Fonte: Capricho, girl stuff, delas IG.

Um beijo espero ter ajudado!

OBS.: já viram a nova fan page do blog?!


Comente com o Facebook:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...